Dr. Luís Fernando Barone - CARDIOLOGISTA - CRM 83556
Preparo p/ exames
-Alimentar-se até 1 hora antes, com uma refeição leve, não realizar exame em jejum. -Não fumar 3 horas antes do exame -Vir de roupa esportiva (bermuda, shorts, tênis), trazer uma toalha -Suspender medicamentos somente com autorização de seu médico.
Saiba +
Artigos científicos
Vejam as dicas da Dra.Marta Rochelle sobre o assunto...
Saiba +
Dicas para uma boa saúde
Correr mais ou menos? Conheça a quilometragem ideal para os seus treinos e garanta mais qualidade de vida É um costume de iniciantes e adiantados em corridas, correm 5km, 10km, 15km ou mais por dia, sem critérios. Isto é fácil de decidir? Como se chega ao cálculo destas distâncias? É muito fácil a decisão, porém, “muita gente” não encontra uma matemática adequada e ao final do treino está sempre cansada, com fortes e constantes dores em ligamentos e tendões, além de apresentar fraturas por estresse, frequentemente. Achar uma formula ou uma quantidade de quilômetros para correr, principalmente quando desejamos encarar algum desafio em corridas, nos remete a exageros que nem sempre nos predispõe a eficiência fisiológica. Então, proponho para quem deseja correr muito começar com pouca quilometragem, até por pelo menos 12 meses de iniciado em um programa de corridas. Para determinar o que é pouco e o que pode significar muito ao seu organismo, depende de alguns critérios de vida individual, aliado a qualidade da sua saúde e a qualidade das atividades esportivas em sua vida. Dizer que somente um exame de saúde determinará a quilometragem possível nem sempre é verdadeiro. Correr, apesar de doenças apresentadas pelo seu organismo, pode ser um agravante quando não se permite descanso adequado e necessário ao seu corpo, diante de esforços que impossibilitam suas defesas de agirem. Por partes 1- Condição de vida individual: Quadro de qualidade de vida diária, que deve-se saber antes de treinar com muita determinação. Se você consegue pontuações muito baixas nesta tabela, deve considerar como um forte indício para descansar naquele dia em que está apontando pouca qualidade de vida. Se você é um corredor que marca uma pontuação intermediária, pode praticar quilometragem mais baixa, em torno de 5 a 10 quilômetros por dia, intercalado com um dia de descanso a cada um dia treinado. E se você marca mais pontos por dia, seus treinos poderão atingir até 15 quilômetros dia, dependendo de outros critérios analisados a seguir. 2- Se você quase nunca fica doente, isso pode ser um sinal de que tudo anda bem na sua relação treino X resultado. É apenas um fator que pode ser avaliado dentro do universo de treinar. Se seus exames de saúde (sangue, urina, fezes, e demais específicos), mais a avaliação ergoespirométrica, ou da condição cardiorrespiratória, estão sempre evoluindo para melhor, este pode ser um sinal de que tudo anda muito bem em sua relação treino X vida diária X equilíbrio orgânico. Diante desse equilíbrio pode-se atribuir alguns quilômetros a mais nos dias de treinamento. 3- Se a sua vida esportiva é marcada por muita prática regular, sem ter que se privar do prazer, é um sinal de que sua atividade de corrida estará em harmonia com sua vida diária e a sua saúde direta. Relação entre Histórico Esportivo X Qualidade de Vida X Qualidade das respostas fisiológicas em relação aos Resultados de Exames de saúde. Produto final para a sua decisão Se seu histórico de prática esportiva perdura vários anos de atividades moderada a intensa, em uma ou mais modalidade esportiva, isso será um sinal de que pode ingressar na atividade de corrida, com um aval para se adaptar melhor a esta exigência esportiva. Pontuando mais no quadro da qualidade de vida, será a certeza de que poderá correr mais quilômetros e em menos tempo para descanso. Se a sua saúde não lhe impõe altos preços para manter-se correndo, ou seja, não ficar sempre doente, não sentir o corpo dolorido, não apresentar sinais de estresse intenso, este pode ser um resultado que mais devemos aguardar nesta maratona de se condicionar fisicamente para a corrida. Medidas que justificam o resultado para uma corrida saudável, depois uma corrida mais intensa e por fim, uma corrida de altos rendimentos. Adaptar-se em caminhada (15 a 30 minutos diários); Adaptar-se em corrida e caminhada (30 a 60 minutos diários); Adaptar-se em Corrida regular e frequente (40 a 60 minutos diários); Adaptar-se em corridas de alto rendimento (depende dos seus objetivos de provas, não menos de 60 minutos diários). Boa sorte!
Saiba +
Links recomendados
REABILITACAO CARDIOVASCULAR E METABÓLICA
www.activecare.com.br

nutricionista do esporte
martarochelle.blogsport.com.br

sociedade paulista de cardiologia
http://www.socesp.org.br

sociedade brasileira de cardiologia
http://www.cardiol.br/

Saiba +

Multimídia

16º Programa Saúde Piracicaba

O Profissional
Luís Fernando Barone
Nascido na cidade de São Paulo, com formação Faculdade de medicina de Catanduva em 1994. Iniciou suas atividades com a Vittacor em Janeiro de 2012, sendo uma das poucas clínicas completas a oferecer vários tipos de exames cardiológicos.
Maratonista participante ativo, ja tem um bom número de competições para seu currículo, incluindo a mais famosa em New York – USA...
Saiba +
Exames com precisão
Teste cardiopulmonar ou ergoespirometria, é um teste ergométrico convencional associado com medida direta do consumo de oxigênio, produção de CO2 e ventilação pulmonar, através dessas três variáveis podemos ter uma série de informações com relação ao sistema coração-pulmão-músculo, aqui no nosso serviço utilizamos uma esteira ergométrica para o exame.

O teste cardiopulmonar apresenta uma série de indicações:
-Avaliação do v02max (consumo máximo de oxigênio), indivíduos normais, cardiopatas, atletas.
-Avaliação de dispneia de esforço, (diferenciação entre causa cardíaca ou respiratória como limitação ao esforço físico).
-Classificado da classe funcional da insuficiência cardíaca congestiva.
Saiba +
x
Mensagem enviada com sucesso!